ransomware

Se você pensa que os assuntos relacionados à cibersegurança são exclusivos das grandes corporações, ainda dá tempo de mudar esse pensamento antes que a sua empresa seja alvo de um ataque por ransomware, que é um tipo de malware que sequestra o computador da vítima e cobra um valor em dinheiro pelo seu resgate. Você não sabe do que estamos falando?

Primeiramente, é necessário entender que cibersegurança é um conceito adotado para proteger seus consumidores, ou seja, é um conjunto de meios e tecnologias que visam blindar, de danos e intrusão ilícita, programas, computadores, redes e dados. A lógica é muito simples:  os hackers que antes costumavam buscar muito dinheiro, agora procuram pela vítima mais fraca. Quanto maior a proteção, menor é a possibilidade de se tornar um alvo.

Voltando aos ransomwares, conhecidos como “os vilões mais temidos da internet”, além de terem a capacidade de sequestrar todos os seus arquivos, eles ainda os transformam em mensagens criptografadas e, para decodificá-los, é necessária uma senha. É neste momento que o preço de estar desprotegido vem à tona. Mas como saber se estamos correndo riscos?

Nunca abra e-mails desconhecidos

Um vírus criptor pode invadir seu computador e seus outros dispositivos por diversas formas. O método mais comum utilizado por cibercriminosos é através de e-mails, chamado “phishing”. Infelizmente, por falta de conhecimento dos usuários em identificar uma mensagem maliciosa, como mensagens urgentes de prêmios, ou até mesmo e-mails de clientes e fornecedores já contaminados, elas acabam influenciando o click de forma automática e, consequentemente, permitem que o malware entre no servidor. Por isso, é preciso estar atento com os hiperlinks e anexos. Eles geralmente possuem irregularidades de fácil identificação como erros ortográficos, por exemplo.

 Bloqueie o acesso a conteúdo indevido e nem instale aplicações falsas

Bloqueie o acesso a sites com conteúdo adultos ou piratas. Pois esses locais, normalmente, fazem com que o usuário clique em algo que possui uma ameaça. Não dê chance para o azar, restrinja este acesso indevido em todas as suas máquinas de trabalho.

Ao instalar um programa, tenha em mente que o método mais seguro e recomendado é através dos desenvolvedores oficiais. Sem esse cuidado, não se corre somente o risco de ter seu servidor infestado por vírus, mas a sua empresa também estará exposta a diversos problemas jurídicos por infringir direitos de propriedade e patente.

Como andam os seus backups? 

Backups baseados em nuvem reúnem ótimos elementos para formar um sistema eficiente e rico em recursos. Utilizar um servidor icloud é uma melhor garantia de proteção e cobertura contra a interrupção de suas atividades, caso surja algum contratempo ou alguma necessidade de reestabelecer as operações de forma imediata. Se um ataque cibernético ocorrer, basta restaurar os arquivos. Um bom planejamento de segurança de dados requer backups frequentes.

Antivírus e antispam

Outra medida importantíssima é o uso de um bom antivírus com controle de conexão de sua máquina e de seu servidor. Como os e-mails são a principal porta de entrada dos ransomware, também recomenda-se contar com o auxílio de um antispam – ferramenta que filtra e bloqueia mensagens suspeitas e indesejadas. Se sua empresa usa o Windows como sistema, vale ainda manter o firewall do software sempre ligado.

Para reforçar a segurança de sua máquina, contar com um suporte de TI especializado é fundamental. Na Penso Tecnologia, oferecemos diversas opções de backup e o suporte técnico que seu negócio precisa. Saiba mais em www.penso.com.br.






Deseja contar com uma solução de backup que te atenda quando você mais precisar?

Teste gratuitamente por 10 dias o Penso Cloud Backup, a solução empresarial escalável de acordo com o tamanho e a necessidade do negócio.